Cachorrinho com as pernas tortas que vagava pelas ruas finalmente é resgatado,a razão de sua perna torta está relacionada com cauda

PUBLICIDADE

É bem sabido que os animais errantes estão cheios de infortúnios.

Alguns vagam de um lugar para outro implorando por um gesto de amor e sobrevivendo com o pouco que encontram nas ruas. Outros entretanto, devem superar uma situação difícil sendo vítimas de tratamento injusto por seres inescrupulosos.

Esta é a história de um cachorrinho que passou grande parte de sua vida andando de forma estranha. Suas patas dianteiras estavam deformadas, causando-lhe muita dor ao caminhar, sua situação era bastante delicada.

PUBLICIDADE

Por sorte, alguns anjos cruzaram seu caminho e decidiram então, ajudá-lo.

Cachorrinho com as pernas tortas

Embora seus socorristas não entendessem como ele conseguiu sobreviver tanto tempo nas ruas em tal condição, seu destino mudaria. Não seria um processo fácil, mas eles estavam dispostos a fazer todo o possível para melhorar sua qualidade de vida.

Fizeram todos os exames pertinentes e descobriram portanto, o motivo que fazia com que suas pernas torcessem tanto.

PUBLICIDADE

Através de um raio-X eles confirmaram que haviam cortado o seu rabo quando ele era apenas um filhote, causando uma lesão que impedia que suas pernas crescessem retas.

Infelizmente, há muitas pessoas que decidem cortar o rabo de seus filhotes por questões estéticas , ignorando as consequências que essas ações podem ter.

PUBLICIDADE

Essa amputação causa perdas funcionais e além disso, afeta o sentido comunicativo que é tão importante para eles.

 Eles podem se comunicar com a cauda, ​​​​escondem-na entre as pernas quando estão com medo. Levantam-na se estão em guarda e a movem com muita energia para mostrar sua alegria e felicidade.

Além disso, esta parte do seu corpo é composta de ossos chamados vértebras caudais que possuem outros tecidos associados a eles. Através da cauda e das orelhas eles transmitem informações importantes .

PUBLICIDADE

O cachorrinho se chamava Luck.

Essa prática causa grandes danos ao bichinho, no caso de Luck, causou uma malformação em suas patas. É possível que o responsável o tenha feito de forma ordinária e sem seguir procedimentos cirúrgicos.

Seus socorristas estimaram que o filhote precisaria de cirurgia, além de tratamento que levaria meses.

Devido à sua condição, ele passaria muito tempo na clínica, se o operassem as contas médicas seriam altas, mas nada impediria seus socorristas. Sua missão era que o filhote pudesse correr e levar uma vida normal.

PUBLICIDADE

Diante dessa situação, os médicos ofereceram duas opções, cirurgia para ambas as pernas, a outra opção foi a fisioterapia.

A clínica veterinária entrou em contato com o que há de melhor em ossos caninos. O especialista sugeriu colocá-lo em gesso ao invés de cirurgia, mas não era um gesso comum, eram uma espécie de prótese que o ajudaria a melhorar em até 60 .

Depois de um tempo, o cachorrinho foi anestesiado e eles fixaram seus ossos na posição correta, colocaram outro gesso nele e continuaram com a recuperação.

PUBLICIDADE

Foi bastante doloroso, mas Luck provou ser muito corajoso.

Ele mais do que ninguém estava interessado em ter uma vida normal e faria de tudo para alcançá-la.

O tratamento deste filhote é bastante longo. Mas felizmente, ele conta com o apoio de pessoas maravilhosas que fazem parte do seu processo , dessa nova vida que está começando e confiamos que será muito melhor.

Por favor, não corte o rabo do seu peludo, muito menos por questões estéticas.

Vamos amar cada parte do corpo deles e dar a eles todo o amor que eles merecem!!!

PUBLICIDADE

Comentário do usuário