Sábado de luto: Dois aviões caíram e foi confirmado o óbito de nosso amado e querido apre… Ver mais

Na tarde de sábado (11 de março de 2023), um avião de pequeno porte colidiu com duas casas no bairro Jardim Montana, em Belo Horizonte (MG).

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) tentou reanimar o piloto e ele foi encaminhado ao pronto-socorro, mas a morte foi confirmada pela Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (FHEMIG).

Ao total, ocorreram duas quedas de aviões no mesmo dia.

O homem chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos

A filha do piloto também foi retirada com vida e está recebendo atendimento de emergência.

Não havia ninguém em casa no momento do acidente. A proteção civil foi necessária para avaliar a estrutura dos imóveis.

Também no sábado (11 de março), outro pequeno avião teve que saltar de pára-quedas para um pouso de emergência após falha no motor.

O caso ocorreu na manhã deste sábado em Sabará, capital da província de Belo Horizonte. Segundo os bombeiros, havia seis pessoas a bordo, mas ninguém ficou gravemente ferido.

Após o acidente, o oftalmologista José Luiz de Oliveira Filho, de cerca de 60 anos, foi socorrido, mas não resistiu. Ele pilotava o avião com a filha, Jéssica Oliveira, de 33 anos.

A mulher estava internada no Hospital Hospital João XXIII, em BH, em estado grave. Segundo o Estado de Minas Gerais, o avião vinha de Abaeté, uma família de fazendeiros, e caiu antes de chegar ao destino final, o Aeroporto Carlos Prates.

O aeroporto já deveria estar fechado, mas burocracias atrasaram o processo

Esta é a quinta fatalidade relacionada a voos de terminal nos últimos quatro anos.

O fechamento do aeroporto caiu no radar das autoridades após dois acidentes fatais em 2019.

Em 2020, o então ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, anunciou que o aeroporto seria fechado no ano seguinte, mas uma série de atrasos atrasou o procedimento e o terminal ainda está operando hoje.

Esperava-se que encerrassem as operações em dezembro, mas uma ordem executiva estendeu o prazo até maio de 2023, tempo suficiente para outro acidente.

Comentário do usuário

2023/3/24 0:59:04