Zezé se cansa de esc0nder do públic0 o motiv0 que o lev0u a decisã0 na carreira: “Tinha me...ver mais

CNN ✅⚡✅ 10/04/2023 Relatar Quero comentar

PUBLICIDADE

Zezé se cansa de esconder do público o motivo que o levou a decisão na carreira: “Tinha medo de rejeição”

Zezé Di Camargo comentou sobre medo de projeto sem Luciano

Você faz toda sua carreira ao lado do seu irmão e por 31 anos fazem história juntos. Mas, quando chega a hora de cada um seguir um rumo, é normal ter medo. E foi exatamente esse sentimento que  Zezé teve ao se lançar sem  Luciano.

Os dois não acabaram com a dupla em definitivo, mas, agora cada um está trabalhando com uns projetos solos e estão rodando o país sozinhos.

PUBLICIDADE

Por conta disso, Zezé contou em entrevista ao G1, ele falou que no começo teve medo de rejeição.

Primeiro, ele citou a necessidade deles fazerem projetos solos. “A gente precisava oxigenar isso, tanto eu quanto ele”, disse. “Meu irmão resolveu fazer o trabalho gospel sozinho em São Paulo (SP). A dupla competindo com o projeto do Luciano não seria interessante. Pensei: ‘vou fazer alguma coisa também’. Gravei duas músicas na voz e no violão, na própria fazenda, e coloquei no canal de YouTube. Depois de dois dias, cada música tinha 2 milhões de visualização”, completou.

PUBLICIDADE

Em seguida, Zezé confessou que teve medo da reação do público: “Foi uma experiência muito gostosa, porque era um desafio para mim. Depois de 30 anos, é um desafio, querendo ou não. Tinha medo da rejeição do público, de pensarem que estávamos nos separando. Quem é fã mesmo, gosta dos dois”.

NÃO VÃO SE SEPARAR

Ele ainda aproveitou para ressaltar que a dupla não deixará de existir. “A intenção é estar com a dupla e com o Rústico. Costumo dizer que a dupla é, para mim, a cereja do bolo.

PUBLICIDADE

Ela tem eventos especiais, como Amigos e 80 A Festa, com Chitãozinho e Xororó”, disse Zezé.

PROBLEMAS NA VOZ

Zezé também destacou que a voz não é mais a mesma, porém, ele se cuida para manter o alto nível. “Faço uma comparação com o futebol: não dá para pensar que somos um jogador de 20 anos, que nem se aquece. Hoje tenho que aquecer voz, uns 40 minutos. São outros cuidados. A vantagem de ter música conhecida é que, hora que a voz estiver cansada, você coloca a galera para cantar junto (risos)”, disse.

PUBLICIDADE

Comentário do usuário
Você pode gostar