Gatinha chega à porta do alpendre querendo entrar e acaba sendo adotada por um gato

PUBLICIDADE

Celine Crom de Chatons Orphelins Montréal, uma gata de resgate em Montreal, Canadá, notou uma gata desgarrada vaganda pela vizinhança, procurando restos de comida e procurando abrigo.

Ela começou a deixar comida em seu alpendre. Com as temperaturas ficando muito frias lá fora, ela armou uma armadilha humana uma noite, na esperança de levar a gata para um lugar seguro.

Mais tarde naquele dia, ela ouviu sons vindos de seu alpendre, e viu três filhotes mordiscando a comida ao redor da armadilha.

PUBLICIDADE

Um dia, ela apareceu no alpendre para comer.

Entre eles, havia um gatinho cinza que viu a gata da casa de Celine pela porta, e ficou intrigado o suficiente para se aproximar dela. Ela caminhou até a porta e colocou suas patas dianteiras na janela, tentando espreitar para dentro.

Enquanto os outros vadios fugiram rapidamente do local, a curiosa felina permaneceu e continuou a olhar fixamente para dentro da casa.

PUBLICIDADE

Ela caminhou até a porta e tentou espreitar dentro de

Após um breve encontro com a gata doméstico através da porta, a gatinha foi vencida pela fome. "Eu não queria assustá-la para não me mover e esperei que ela encontrasse a armadilha". Ela começou a farejar para comer", disse Celine.

A gatinha traçou o cheiro da comida na armadilha colocada no alpendre e foi capturado com segurança. Naquela noite, ela conseguiu dormir dentro de uma casa quente, longe do frio e dos elementos.

PUBLICIDADE

Galoue estava curioso sobre a vida dentro de casa.

Com a ajuda de Chatons Orphelins Montréal, a gatinha foi vetada, esterilizada e colocada em um lar adotivo para socialização, enquanto Celine continuou a ajudar outros bairros perdidos.

" Nós a chamamos de Galoue. Ela tinha seis meses de idade e não tinha tido muito contato humano. Ela estava assustada no início, mas, no fundo, só queria ser amada", Celine compartilhou.

PUBLICIDADE

Geraldine, uma voluntária adotiva do resgate, a acolheu de braços abertos. Ela deu ao gatinho um quarto confortável para descomprimir, e passou muito tempo tranquilizando-a de que estava segura.

Uma vez que Galoue experimentou um toque caloroso, ela derreteu em seu ser humano e queria mais afeto.

Ela saiu de sua casca depois que chegou em sua casa adotiva.

"Ela descobriu abraços e aconchegos e começou a fazer amizade com o gato de Geraldine e outros gatinhos adotivos. Ela aprendeu a confiar nas pessoas e a gatinhar com seus amigos felinos, especialmente com o smoking residente".

PUBLICIDADE

Com o passar dos meses, Galoue desabrochou em um jovem gato brincalhão e apaixonado, e cresceu para desfrutar da companhia de seu povo.

Ela se tornou uma jovem gata brincalhona e carinhosa.

Ela os seguiria até o banheiro para "supervisioná-los" e se esfregaria contra eles para obter atenção extra e amor.

PUBLICIDADE

Mas a gata de smoking residente tem sido a que mais lhe apaixonou. "Ela está apaixonada pelo smoking e o segue por toda parte em casa. Eles dormem juntos e ela olha para ele", disse Celine.

O gato de smoking residente a levou para debaixo da asa dele.

Galoue se tornou a pequena sombra de Geraldine e o melhor amigo do smoking residente. Ela acompanha seu humano todas as noites na hora de dormir, e está sempre por perto, pronta para se abraçar.

PUBLICIDADE

Depois de mais de um ano em um orfanato, esperando pela casa dos seus sonhos, Geraldine percebeu que a gatinha já a havia encontrado, pois ela se tornara uma parte inseparável da família deles.

Eles adotaram oficialmente Galoue este mês.

"No momento em que o smoking residente a levou sob sua asa, e eles se enrolaram juntos, sabíamos que estava destinado a ser".

PUBLICIDADE

Se você gostou deste artigo, por favor, deixe seu " LIKE"! Não se esqueça de compartilhá-lo com seus amigos!  Muito obrigada!

Siga a " Gato terapia" para trazer-lhe mais histórias emocionantes sobre gatos!

PUBLICIDADE

Comentário do usuário